E quando o motorista autónomo não pode trabalhar, o que fazer aos custos do carro?


Foi identificado desde cedo um problema que surge quando o motorista autónomo TVDE, por um qualquer percalço da vida, fica impedido de trabalhar por alguns dias, mas continua a ter sobre si a obrigação de suportar os custos semanais do veículo que utiliza.

Era importante encontrar mecanismos que protegessem o motorista destas situações.


Seja por doença, por emergência familiar ou por descanso merecido, há alturas em que o motorista autónomo não pode trabalhar, perdendo assim a via de suportar os custos semanais com o veículo.

No âmbito da responsabilidade que a RAU drive assume para com os seus clientes, nomeadamente na manutenção da satisfação na profissão enquanto conectados através da empresa e apoiar na arrecadação rendimentos proporcionais ao seu empenho, foi dada atenção especial a este assunto.

Após vários contactos e testes, foi criando uma solução que passa pela criação de um banco de “dias off”. São dias que o motorista da RAU drive, pode utilizar em situações difíceis, podendo assim parar trabalhar e sem ficar com a obrigação de pagar os custos de utilização do veículo, nesse período.

Para o saudável funcionamento do mecanismo foram introduzidas a regas, promovendo assim uma utilização saudável e justa, capaz de atender à grande maioria dos imprevistos.

Os motoristas com mais tempo na RAU drive têm melhores regalias, logo são aqueles com mais tempo de casa que mais “dias off” conseguem usufruir.